Valores

As equipes da CARE Brasil têm clareza de que a promoção do desenvolvimento local só é possível a partir da ação da própria comunidade como protagonista. Por isso, identificar, reconhecer, valorizar e potencializar aqueles que atuam localmente é determinante para a CARE Brasil, que assume, para isso, os seguintes pressupostos:

    • Empenho e determinação nos esforços para o combate à pobreza;
    • Respeito pelas comunidades com as quais trabalha e pelos parceiros, em sua diversidade cultural, política e religiosa;
    • Combate à desigualdade e à discriminação de gênero, etnia e raça, e também com relação às pessoas portadoras de deficiência física e mental;
    • Respeito e promoção dos direitos humanos, do exercício da cidadania e do fortalecimento da democracia;
    • Integridade e transparência na conduta pessoal, nas relações interpessoais e nas interinstitucionais, buscando a excelência profissional nas ações.

.
Somados a esses pressupostos, os profissionais da CARE Brasil seguem princípios de atuação, que definem a forma como a organização trabalha:

Atuação catalisadora, sempre em parceria com as comunidades

  • A CARE Brasil só atingirá sua missão se atuar em parceria com membros da sociedade local, valorizando, potencializando e respeitando valores e ativos das comunidades onde atua. Neste sentido, são pontos fortes a capacidade de comunicação e articulação que os técnicos possuem e que fazem com que a presença da organização nos territórios seja valorizada pelas comunidades.O primeiro passo de uma ação catalisadora é o mapeamento dos membros atuantes no território e do tipo de ações que desenvolvem. Em seguida, são identificadas as sinergias possíveis e os locais nos quais a CARE Brasil pode fazer diferença. Só então é traçado um plano de ação conjunta, tanto fortalecendo e potencializando esforços já existentes, quanto integrando-os em ações inovadoras a partir do desenvolvimento de novas tecnologias.

Estímulo às ações em rede e alianças

  • A ação articulada e integrada de esforços é condição para que processos de desenvolvimento local ocorram. A CARE Brasil promove diálogos entre diferentes grupos para garantir a sustentabilidade da ação e o respeito às diferentes especificidades e necessidades locais. Além disso, a ação em rede propicia a difusão de forma mais ágil e eficaz de aprendizagens, resultados e informações estratégicas.

Valorização de processos participativos

  • As transformações só ocorrem quando as pessoas são vistas como sujeitos da construção do conhecimento e de seus processos de mudança. Desta forma, os resultados tornam-se autossustentáveis e não correm o risco de desaparecerem com a saída da CARE.As metodologias participativas valorizam a construção coletiva do conhecimento e respeitam a fala e a historia de cada um. Diagnósticos participativos, jogos vivenciais e dinâmicas de grupo, por exemplo, estimulam a participação de todos, independentemente de escolaridade e idade.Populações e grupos que historicamente foram excluídos, que não cultivaram o hábito de participar em processos de tomada de decisão, são estimulados e se sentem mais seguros. São utilizadas, especialmente nas formações empreendedoras, metodologias que estimulam as pessoas a vivenciarem pontos-chave para o futuro e sustentabilidade de seus negócios.Dentre metodologias utilizadas pela CARE Brasil, estão o Diagnóstico Rápido Participativo (DRP), o Metaplan, a metodologia CEFE (Desenvolvimento de Competências Econômicas para Formação de Empreendedores) e a metodologia APA (Aprendizagem pela Ação).

Promoção do protagonismo dos jovens e das mulheres

  • Quando promovemos a participação do jovem nas ações locais, fortalecemos o sentimento de pertencimento dele em relação à sua comunidade que, por sua vez, passa a valorizar mais o jovem, rompendo preconceitos e estereótipos.Ao se aproximar mais de sua comunidade, o jovem desenvolve um novo olhar e se compromete com maior facilidade na construção de processos de desenvolvimento local. Outra característica importante é a capacidade multiplicadora que o jovem possui, em especial junto a seus semelhantes.

Gestão de conhecimento e sistematização de aprendizagens

  • A produção de conhecimento sobre as práticas da organização e a identificação de aprendizagens que permitam tanto reestruturar os programas como reeditar as experiências são objetivos estratégicos do plano institucional da CARE Brasil. Alguns temas foram eleitos para serem sistematizados e publicados, permitindo não apenas o intercâmbio entre os programas da CARE Brasil, mas também com outras organizações parceiras, além de governos. Confira as publicações na área Conhecimento.

Perguntas frequentes

Leia nossas perguntas frequentes e conheça mais sobre a CARE Brasil

Fale conosco

Conheça nossos endereços no Brasil e entre em contato.

Assine a nossa newsletter

Receba as novidades e informativos

Receba as novidades e informativos